top of page

Após breve hiato, banda Green Morton volta as atividades com novo disco



Fundada em 2011, a banda belo-horizontina Green Morton é um dos melhores expoentes da cena independente mineira da última década. A banda atualmente é formada por Eduardo Lara (vocais e guitarras), Zé Mário Sousa (guitarras e backing vocals), Davi Elias (baixo) e Júlio D'Agostini (bateria).


Sua sonoridade vai de encontro ao rock, em suas mais variadas vertentes, tendo o grunge, o stoner, o metal alternativo como principais referências associada a letras em inglês. Tais características foram evidenciadas, de imediato, no primeiro EP do grupo, What Do You Mean by That, lançado em 2016. Também no mesmo ano a banda lançou o seu primeiro álbum, Ultradeepfield, trabalhou que os alçou ao cenário nacional, conquistando público e crítica.


Em 2021 a banda lançou o single "Piccoli Vermi" e em dezembro entrou em estado de hibernação até 2024. O período de quase três anos fora dos palcos serviu para que a banda aparasse as arestas e voltasse em grande forma via o novo disco entitulado Dark Times of a Bright Life.


O álbum foi precedido pelos lançamentos dos singles "Dream Buzz" e "Nightfall" que se destacam pelo caráter soturno e deram a real dimensão do que estava por vir.


Produzido pela banda, Dark Times contou com a mixagem/masterização de Afonso Silva e, acertadamente, o trabalho conjunto soube valorizar elementos essenciais da banda como a sonoridade crua e a alta carga melódica representadas por riffs pesados e groovados.


As letras, de forma geral, abordam as agruras da existência que nos remetem a refletir sobre processo contínuo de mudanças que, inevitavelmente, precisamos encarar no nosso dia a dia.


Composto por 10 faixas, canções como a faixa título, "Impulse", "The Snitch" e "Newborn" se destacam no disco que, desde já, é um dos melhores lançamentos deste ano.

Foto: Frederico Wertz

17 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page