top of page

Midnight Mocca lança Bond, primeiro disco full

Não é de hoje que a música produzida em Minas Gerais tem crescido de forma identitária. Na última década, o que público e crítica têm observado e acompanhado é como a cena regional tem crescido de maneira exponencial e multifacetada, produzindo expoentes que vão do rap ao metal, passando pelo indie rock e angariando público das mais variadas faixas etárias.


Fotos: Alexandre Biciati

Nesse vasto campo de estilos promissores, uma das bandas que tem ganhado destaque com sua trajetória, é a inspirada Midnight Mocca. Formada por Lucas Mileib (violão e voz), Pedro Flora (guitarra) e Renato Saldanha (baixo), o grupo foi fundado em 2017 e aposta em composições agridoces e bucólicas, cantadas essencialmente em inglês. A banda já lançou três EPs, sendo: Where are you guys from (2018), The Road Goes on (2019) e Higher Ground (2020). Agora, em 2023, o grupo decidiu que era a vez de lançar um bem-vindo álbum full.

Intitulado Bond, o disco está saindo pelo selo Maxilar, iniciativa coordenada por Gabriel Thomaz do Autoramas. Composto por sete faixas, o trabalho é fruto de uma frutífera parceria entre a banda, o multi-instrumentista Matheus Fleming (Young Lights/Camera) e o premiado produtor musical Leonardo Marques, com quem o Midnight Mocca vem trabalhando regularmente.



Resultado de um período de imersão na cidade de Carmo do Cajuru, no interior de Minas, o disco foi gravado no estúdio Ilha do Corvo, espaço capitaneado por Léo Marques, que tem servido de incubadora para projetos autorais de artistas como Teago Oliveira, Maglore, Hélio Flanders, Moons e o Bala Desejo. A parceria com o Bala, inclusive, rendeu-lhes em 2022 o Grammy Latino de Melhor Álbum Pop em Português.

A identidade indie-folk atrelada à sonoridade do Midnight Mocca ainda é uma boa referência e está presente, por exemplo, no single "Ride Alone", mas isso não quer dizer que o grupo não tenha outras cartas na manga. Faixas como "Stay Calm", "We Are All Blind" (parceria com a cantora Isa Leles) que é cantada parcialmente em português, "Instead of Saying" e a belíssima "Blessed by the Wind" são algumas das provas de como a banda, que incorporou novas camadas e instrumentos no novo álbum, flerta confortavelmente com outros estilos. Fica nítido na audição de Bond que o disco poderia figurar na prateleira tanto ao lado de Neil Young quanto de Milton Nascimento.

Recentemente, o grupo apresentou o novo trabalho no Teatro Sesiminas em Belo Horizonte para bom público que se mostrou íntimo até das músicas recém-lançadas. No palco a banda entrega performance intimista e cativa pela bela execução das canções que, por vezes, escapolem ao rótulo ora mencionado e seduzem pela delicadeza dos timbres e pela inventividade melódica.

Ouça Bond em todas as plataformas digitais e acompanhe o grupo no Instagram.




72 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page